Introdução: Complexo Agroindustrial Mato-grossense da Soja

INTRODUÇÃO

Da Monografia: Complexo Agroindustrial Mato-grossense da Soja: Uma análise do impacto no valor da produção na industrialização da soja produzida (*)

Os setores agrícolas são usados como instrumento de política econômica nacional, na sua primeira rodada desenvolvimentista, dada a capacidade do setor de gerar renda que, geralmente é transferida para os demais setores. Nestas economias, este processo de transferência de renda propicia o nascimento dos setores industriais e de serviços, principalmente para os setores industriais. Os setores agrícolas também contribuem para produção de excedentes agrícolas por meio da geração de diferença cambial obtida em decorrência das exportações de produtos primários, com a qual torna possível realizar as importações de produtos e insumos modernos para a economia.

O processo de industrialização brasileiro teve seu início com o surgimento de uma renda nacional sempre crescente; seu estágio embrionário ocorreu com a extração do pau-brasil, sendo ampliada, posteriormente, pela produção e exportação do açúcar e do café. A diversificação e considerável aumento do consumo propiciou o crescimento demográfico e este por sua vez, o surgimento dos primeiros centros urbanos. A aglomeração em centros urbanos consumidores forneceu as condições necessárias à instalação das primeiras unidades industriais voltadas para a produção de mercadorias para a comercialização e consumo interno.

Produção agropecuaria
Produção agropecuária

Assim, o processo de industrialização se deu com o uso do capital constituído pela renda gerada pela agricultura e transferido para os setores industriais, com o qual se obteve as condições necessárias ao nascimento da indústria nacional. Num primeiro estágio, os investimentos propiciaram o surgimento de unidades destinadas à produção industrial para o consumo interno, como as indústrias de produção de óleos de origem animal e do açúcar. Posteriormente, nasceram as primeiras unidades industriais têxteis, período em que se iniciou a substituição de importações para a produção de vários bens de consumo duráveis. GREMAUD (1997)

A produção agropecuária
A produção agropecuária

O fluxo de renda entre agricultura e demais setores da economia é tratado como fator determinante do processo de industrialização. Considerando, entretanto, o resultado da formulação de políticas agrícolas, cujo objetivo, naturalmente, é acelerar o desenvolvimento econômico nacional, a forma pela qual o setor agrícola influencia e dinamiza os demais é diversa: ela se dá pelo consumo de produtos industrializados na forma de insumos agrícolas, fornecendo alimentação barata à mão-de-obra industrial e também, gerando diferenças cambiais com as quais são adquiridos produtos de outras nações. ACCARINI (1987)

Assim, o setor agropecuário brasileiro desempenhou suas funções clássicas fornecendo alimentação para toda a população, capital necessário à economia, principalmente para o setor não agrícola, mão-de-obra necessária ao crescimento e diversificação da atividade econômica, e divisas, mediante exportação de produtos primários de origem agrícola com os quais foram adquiridos os insumos não disponíveis na economia local além de consumir a produção disponibilizada no mercado pelos outros setores.

As funções da agricultura referidas acima mencionadas, no entanto, levam em consideração apenas o lado à montante da agricultura, sendo que hoje observa-se, também, que as atividades à jusante, possuem capacidade igual ou maior de encadear a economia. O beneficiamento e a industrialização de produtos agrícolas geram produtos exportáveis com maior valor agregado e, adicionalmente, satisfazem o preceito de gerar as receitas cambiais que contribuem para o incremento e diversificação da renda local, regional e nacional. Além disso, os processos de beneficiamento e industrialização dos produtos primários cria e mantêm a capacidade da economia de gerar os recursos necessários para a importação de bens de consumo duráveis de alta tecnologia e não disponíveis na economia doméstica.

A produção agricola
A produção agricola

Se por um lado, a agropecuária encadeia a economia à montante pelo uso dos insumos modernos originados dos diversos setores industriais, por outro lado, induz os setores à jusante, quando produz e fornece insumos para as agroindústrias de beneficiamento e de produção de alimentos de valor agregado. O encadeamento, neste caso, ocorre em razão do fornecimento de máquinas, serviços técnicos de mão-de-obra especializada, serviços de transporte e de distribuição, podendo exportá-los em condições de preços relativos favoráveis.

Esta texto introduz ao estudo dos complexos agroindustriais, especificamente ao relacionado com a produção de soja no Estado de Mato Grosso. Tratando-se de um estudo com cuja natureza é a discussão em torno a capacidade que o setor agricola possui de encadear a economia, acelerando seu processo de crescimento e desenvolvimento. O que se apresenta nele não é tão somente a discussão de questões sobre a agregação de valor aos produtos primários exportáveis. Ele demonstra a possibilidade de se obter maior encadeamento da economia através do processamento destes produtos nas agroindústrias locais.

O estudo admite que cada fase adicional de beneficiamento, industrialização, preparo, embalagem, distribuição e comercialização aplicada a um produto primário exportável, possui capacidade da mesma forma, de induzir a economia local ao crescimento e desenvolvimento, resultando em um impacto favorável ao crescimento dos seus agregados macroeconômicos, especialmente do seu Produto Interno Bruto.

(*) Cícero R. de Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s