Vinte anos de produção de soja no Brasil

Sistema de Produção de sojaCertamente, uma das preocupações relacionadas com a produção de soja é a possibilidade de redução da capacidade produtiva das áreas, especialmente na produção em que o cultivo do grão é realizado no cerrado em razão, principalmente, de suas características específicas edafoclimáticas. Poderia o sistema de produção ter entrado em um período de esgotamento a ponto de ter sua capacidade de manter crescentes os níveis de produção e produtividade?

Um lançar de olhos sobre os níveis de produção de soja no Brasil, do início dos anos noventa até o fim da década dá a noção da capacidade produtiva da tecnologia de produção adotada. Em dez anos a produção nacional do grão mais que duplicou: de 15 milhões de toneladas produzidas no ano de 1991 passa de 32 milhões em 2000. Em 2010 a produção passa de 68 milhões de toneladas.

Mesma tendência pode ser observada no sistema de produção da soja na região centro-oeste bem como no Estado de Mato Grosso, com um diferencial: eles triplicaram a sua produção. De 6,5 milhões de toneladas produzidas em 1991 na região centro-oeste, a produção chega a ser de 15 milhões de toneladas no ano 2000, alcançando 31 milhões de toneladas em 2010, mesmo nível de produção do país em 1991. Em Mato Grosso, a produção em 1991 foi de aproximadamente 2,7 mil quilos por hectare colhido; em 2000 8,7 milhões e 18,7 milhões em 2010.

No período compreendido entre 1991 e 2010, 20 anos de produção de soja, houveram ganhos de produtividade mas eles se estabilizaram no nível de pouco acima de 3 toneladas por hectare. A produtividade da atividade no Brasil em 1991 era de 1,55 toneladas por hectare colhida; no centro-oeste, 2,12 toneladas por hectare do produto colhido; em Mato Grosso, 2,35 toneladas de soja por hectare colhido.

A produtividade nacional em 2010 era de 2,92 toneladas por hectare; no centro-oeste e Mato Grosso a produtividade era de 3,02 toneladas por hectare.

Nota-se que o nível atual de produtividade foi alcançado em 2001, ano em que a produção nacional de soja rendeu 2,71 toneladas por hectare e o centro-oeste produziu 2,94 toneladas por hectare. Ressalte-se que o nível de produtividade da tecnologia de produção adotada em Mato Grosso chegou ao nível de 3,02 toneladas por hectare já no ano anterior, 2001.

Nos últimos 10 anos, de 2001 a 2010, o sistema de produção brasileiro incorporou 10 milhões de hectare à atividade. A região centro-oeste incorporou 5 milhões de hectare e o tecnologia de produção precisou incorporar 3 milhões de hectares, aproximadamente, 30% do total incorporado em todo o território brasileiro.

Produtividade da soja brasileira
Produtividade da soja brasileira

Da análise dos dados da área colhida e da produção no período de vinte anos (1991 – 2010) constata-se que a produtividade da soja brasileira e do centro-oeste se aproxima da produtividade mato-grossense. Em 2010 a produtividade do centro-oeste já se iguala à produtividade mato-grossense de 3,02 toneladas por hectare colhido como mostra o gráfico “Soja: Comparação da produtividade, 1991 – 2010“.

Dados da produtividade indicam que a capacidade do sistema de produção de soja se estagnou há 10 anos. De 2001 até hoje, ocorreram algumas variações, na média,  em torno de 3 toneladas por hectare colhido. Os dados indicam que incrementos na produção estão sendo conseguidos com a efetiva inclusão de novas áreas ao sistema de produção.

O sistema de produção de soja no Brasil mantem sua capacidade de produção. Entretanto, níveis de produtividade superiores a 3 toneladas por hectares serão alcançados se houver inovação na tecnologia sua produção.

Leia também: Vinte anos de cultivo da soja em Mato Grosso

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s