O exército ideológico ativo e de reserva da “grande mídia”

Muito se tem refletido sobre a influência da comunicação social na sociedade. Este processo também ocorre no Brasil e em qualquer país mas, onde a grande mídia desenvolve, sem regulação, capacidade de manipulação das massas é necessário intervenção para que sejam garantidos direitos previstos em texto Constitucional.

É sabido que, em razão da sua capacidade de penetração, meios disponíveis e recursos orçamentários, grande parte deles recebidos de verbas de publicidade pública, a “grande mídia” exerce influência de tal forma que exércitos defensores de suas ideologias são preparados pelo bombardeio de seus conceitos, idéias e visões em seus meios de comunicação. A partir daí entram em ação, militantes desse exército ativo, que atuam diretamente na produção e disseminação de conteúdos e de reserva, que intensificam a disseminação do conteúdo produzido através das redes sociais diariamente e nos momentos mais importantes e decisivos do país.

A situação de litígio pode ser observada pelos últimos episódios em que se envolveram alguns meios de comunicação empresariais e alternativos. Eles dão o tom das divergências existentes entre os meios e acentuam o poder e influência que os primeiros tem sobre setores importantes do judiciário e do executivo em todos os níveis. No judiciário têm obtido exito em causas que, se fossem julgadas com certa lógica e consequências não venceriam; dos poderes executivos, principalmente dos de níveis estadual e federal, continuam recebendo vultuosas verbas de publicidade.

Comunicação social
Comunicação social

Dentre os meios de comunicação empresariais estão os proprietários de redes de televisão, rádio, jornais impressos e páginas da internet; são identificados ideologicamente à direita. Dentre os meios alternativos, os blogs, alinhados, geralmente à esquerda do espectro ideológico, progressistas. Sob a autoria dos primeiros judicializam questões puramente política, ideológica e até de opinião e paródia, fazendo parecer se tratar de questões pessoais.

A realidade é que a comunicação de massa que praticam acabam criando uma ideologia em parte da sociedade alinhada aos seus conceitos nas mais diversas área da economia, ciência, política e social, a origem de um verdadeiro exército ideológico neoliberal.

Exércitos ativos e de reserva

Não é necessário ir até locais públicos ou reservados para reuniões de militância política para perceber a influência dos meios de comunicação de massa sobre as pessoas.

De fato, mesmo os bem informados, os que possuem acesso farto aos meios de comunicação tecem argumentos contraditórios da realidade em que vivem. É comum ouvir comentários e argumentos de advogado, professor e outros profissionais contendo idéias e conceitos claramente entonante aos conceitos, idéias e ideologia da “grande mídia”. São pessoas capazes de reunir informações, elaborar gráficos e tabelas comparativas, indicadores ou até mesmo construí-los a partir dos bancos de dados de instituições oficiais ou privadas e formar sua opinião por sua própria conta. No entanto, a verificação de informações para comparações sobre o publicado na imprensa não ocorre.

Os alvos dos bombardeios são sempre Lula, o PT e a Presidente Dilma, exatamente nesta ordem. De Lula dizem ladrão, do PT juntam adjetivos pejorativos diversos onde a figura de José Dirceu ex-ministro e José Genoíno, por enquanto, Deputado Federal, e mensaleiros em geral são. Uma amnésia abateu sobre todos e ninguém se lembra de Roberto Jefferson, réu confesso no mesmo processo do mensalão. Contra Dilma, a crítica a seu governo, especialmente em relação à suas últimas decisões que permitiram a redução da energia elétrica, o aumento dos combustíveis e a inflação que está voltando perigosamente sendo necessário intervir com o remédio neoliberal do aumento da taxa de juros.

Não se trata de ode à corrupção que por todos os meios deve ser combatida, mas, é difícil entender como um cidadão denigre a imagem de um ex-Presidente que teve, durante os anos do seu governo, aprovação de mais de 60% da população até em seus últimos dias do exercício da presidência. Pior, elas são acusações públicas e sem provas. Não é possível compreender, também, que outro ex-Presidente, FHC, que deixou o país e sua economia desmoralizados não recebe o tratamento desumano reservado a Lula. Enquanto o primeiro, com os mesmos instrumentos de política econômica e social e um enfoque de apoio aos países da América Latina e África em sua política externa posicionou-se na defesa dos interesses dos brasileiros em português do Brasil claro o outro nos desmoralizava se comunicando em língua estrangeira. Entregou patrimônio da nação realizando processos de privatização duvidosos, ainda assim, deixou uma dívida externa e humilhação ao tomar empréstimos junto ao FMI ao prenúncio de qualquer crise financeira.

Mesmo assim é fácil encontrar inúmeros militantes recrutados pelos meios de comunicação de clara ideologia neoliberal. Que apoia o aumento da taxa de juros e contra os programas sociais que reduziram a miséria. Isso tudo só pode estar ocorrendo em razão das doses cavalares de preconceito propagado por meio das edições jornalísticas na televisão, revistas e material impresso que agora avança pelas redes sociais. Nelas, membros do exército de reserva diante de qualquer produção nociva apresentada na rede compartilha conteúdo no mínimo preconceituoso e fraudulento.

Darwinismo social

Charles Darwin ficaria chocado se soubesse que sua lei de seleção natural fora transmutada pela ideologia liberal de forma que uma parte da sociedade brasileira estivesse fadada à extinção por acreditar na divisão das riquezas independentemente do seu tamanho. A realidade é que existe um conceito de seleção ideológica nos atos da “grande mídia” em que aquele que estiver no espectro direito está a salvo de críticas, julgamentos e condenações. Por outro lado,  os da  à esquerda são acusados, julgados e condenados sem direito à defesa.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s