Passo mais que imperfeito pelo passe livre

Os protestos de rua que estavam raros agora se multiplicam pelo Brasil. Sem objetivo claro e com pauta extensa e tocados por motivações incertas no princípio, mostra agora, aos poucos uma agenda farta em reclames. Em um primeiro momento em que todos protestaram contra toda sorte de infortúnios, grupos ainda não identificados radicalizaram passando por legítimos mobilizadores da massa jovem pelas principais cidades brasileiras.

Foi preciso um certo tempo para que autoridades públicas compreendessem a real situação e, provavelmente ainda não tenham compreendido o que está, de fato ocorrendo com as manifestações iniciadas para revogar o aumento das passagens de ônibus, trens e metrô de São Paulo. Já é possível observar certas características dos movimentos. Resta então, expurgar do cômputo geral algumas manifestações fora da curva e concluir que se trata de movimento político com inevitáveis impactos sociais, econômicos e principalmente políticos.

Protesto em Cuiabá tem pauta difusa
Protesto em Cuiabá tem pauta difusa

Antes, porém, é preciso entender e identificar quais são as forças reais de mobilização dessa massa jovem disposta a sair para as ruas a gritar palavras de ordem contra o sistema político e econômico vigentes. O que motiva a irreverente massa juvenil a investir contra uma presidente e pedir que saia, sem considerar que foi democraticamente eleita pela maioria. Se fosse possível perguntar a cada um se reconhecem que houveram sensíveis melhoras nos últimos vinte anos. Digo vinte anos pois esta massa de pessoas jovens, saudáveis e com disposição não estava inteiramente nascida vinte anos atrás. Ou fora instruída por alguém experiente, vivido!

Perguntas poderosas

Depois de calmamente observar algumas perguntas podem ser úteis para se construir respostas lúcidas. Perguntas poderosas como, qual o meio de comunicação que a jovem massa usa para se informar? Que grupo pertencem e como se politizaram sobre temas como transporte, saúde, educação e corrupção?

E afinal, qual o episódio de corrupção motiva esta juventude elencar em suas reivindicações o fim dela? E como explicar que todos os manifestantes afirmam que estão contra uma proposta de emenda à Constituição sem conseguir argumentar as razões pelas quais estão contra? O que pensam do julgamento da AP-470, vulgo mensalão? O que sabem sobre as privatizações ocorridas durante o governo FHC? Qual o valor real da VALE quando foi vendida no processo de privatização ocorrido no governo neoliberal de FHC?

E, por qual ideologia se sentem representados?

Pauta de reivindicações ampliada

A difícil tarefa de ouvir a voz das ruas vai aos poucos sendo facilitada. Os grupos que mais se movimentaram aos poucos estão sendo identificados e com eles as suas pautas. Que por sinal são legítimas!

Apesar das máscaras continuarem a manter militantes no anonimato já é possível reconhecer que a pauta original do AnonymousBR foi ampliada para 10 itens. A ela foi adicionada o fim do voto secreto entre os parlamentares, a saída de Marco Feliciano da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, a prisão imediata de todos os políticos condenados, o respeite ao cidadão pela polícia e a democratização da Rede Globo de Televisão.

Posso afirmar que no geral as reivindicações do grupo se resumem em reforma política e um tema novo, a democratização do monopólio de mídia. A democratização da Rede Globo de Televisão da lista ampliada do grupo parece ser menos radical que a luta pela regulamentação dos artigos 220 ao 223 da Constituição Federal que tenta democratizar os meios de comunicação. Diz-se dos “meios de comunicação” não do “conteúdo” publicado na mídia.

Diversos movimentos sociais, entidades progressistas e movimentos estudantis liderada pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) buscam a regulamentação dos artigos da Constituição de 1988. As entidades entendem que a democratização dos meios de comunicação tem papel importante na democratização da sociedade brasileira e que com ela pode exercer mais amplamente seus direitos. Entendem que há monopólio dos meios e que eles estão de posse de poucas famílias, apesar de concessão pública. Além disso recebem vultosas verbas publicitarias dos governos.

Diferentemente da democratização por meio da intervenção de conteúdo a reivindicação toca nas questões de propriedade dos meios. Decisões nesta direção foram tomadas recentemente na Inglaterra. É fato nos EUA e na Argentina também com a aplicação da Ley de Medios.

Passo imperfeito do passe livre

Sim, não por acaso, o primeiro passo dado pelo Movimento Passe Livre torna-se o mais imperfeito dos passos para governantes, autoridades policiais, dirigentes de entidades.

Imperfeito, inclusive para o próprio MPL que viu sua agenda pela revogação do aumenta das tarifas tomada por grupos conservadores, direita radical, nazista e fascista, segundo relato do próprio movimento. Vestidos nas cores da bandeira brasileira em oposição ao tom vermelho característico dos movimentos sociais conseguiram colar nos partidos de esquerda, em especial no PT o selo de corrupto para em seguida ferir de morte seus militantes ao rasgar e queimar suas bandeiras vermelhas.

Certamente o PT é o partido que mais tem apanhado nos últimos dias. Abriu definitivamente a guarda e foi alvejado por seu principal oponente. O PSDB, sabiamente, retirou sua militância do alcance das críticas desconvocando-a bem antes da luta campal que se deu em São Paulo. Sabe-se lá, sabiam do que estava pra acontecer e como que iluminados tenham partido para a luta sem sua principal arma, suas bandeiras.

Sabe-se lá, valeram da estratégia de se passar como inofensivo atraiindo o incauto inimigo.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s