A flauta doce dá o tom e a mágica da transformação

Uma faca afiada.

Um pedaço de arame velho mas limpo aquecido e já vermelho cor de brasa.

Um gomo selecionado de uma touceira madura de bambu; um pedaço de madeira macia lapidada para conseguir a melhor embocadura.

Além desses artefatos, uma inesgotável dose de paciência, inteligência e sabedoria aliada à sensibilidade do ouvido musical.

Matéria prima da flauta de bambu
Matéria prima da flauta de bambu

Como resultado, um instrumento de som doce, melodioso e de delicadeza angelical: uma flauta doce.

O instrumento mais antigo da história da humanidade nascia por incontáveis vezes das mãos do escultor, músico, artista. Depois de pronto, na aparência e formato era preciso preciosos segundos para testar, afinando sem diapasão.

Pronto e aprovado o instrumento me entregava com as suas duas mãos e pedindo para tocar como quem precisasse das minhas habilidades inatas e infantis a prova de que terminara sua obra prima.

Uma flauta doce.

Eventualmente acompanhada por uma gaita, harmônica e o coral da família entoava cantos sacros, raramente profanos ao estilo Lindelani com Ladysmith Black Mambazo.

Coro ao estilo Harlen Gospel Choir e Woeto Gospel Choir, Ray Charles ou Elvis Presley com John Newtons Gospel Song interpretando Amazing Grace. Grupos com vozes contralto de encantar.

Antiguidade e simplicidade são adjetivos que dá as qualidades daquilo que é antigo e simples; simples raciocínio dos mais primitivos assim. Ambos utilizam-se de meios de transformação primitivos da sociedade.

Crianças e jovens, adultos do amanhã não tão distante, carentes ou não, precisam apenas ter acesso ao simples mesmo sendo antigo para serem transformadas.

Em sua trajetória, a flauta doce tem contribuído para transformações sociais e culturais de comunidades carentes. Impressionante é o quanto grupos envolvidos em projetos sociais influenciam seus membros e as populações ao seu redor.

Pessoas encontram na simplicidade do instrumento a ferramenta que falta ao ensinamento da arte e da ciência.

Muitas, como este que escreve este texto teve a flauta doce como o primeiro e único instrumento musical disponível em sua formação cultural.

E há de haver separação entre o ato de oferecer oportunidades a jovens carentes e a manipulação politica de suas necessidades. Projetos dessa natureza são importantes para as comunidades carentes porque são sementes jogadas em solo fértil das oportunidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s