Lava Jato, vender o Brasil pode? Vender o país não é corrupção?

“Um trilhão de isenções graciosamente cedidas às maiores e mais ricas empresas do planeta Terra. Injustificadamente. Sem qualquer amparo em dados econômicos, em projeções de investimentos, em retorno de investimentos. Sem o apoio de estudos sérios, confiáveis.

Nada! Absolutamente nada!

Foi um a doação escandalosa. Uma negociata impudica.” Este discurso de Roberto Requião é digno de um brasileiro que honra a sua pátria. Vários discursos iguais a este deviam ser diariamente pronunciados da tribuna do Senado. [do Viomundo] … Mais Lava Jato, vender o Brasil pode? Vender o país não é corrupção?

Anúncios

Supremo precisa fazer o serviço direito

Quando se fala em justiça brasileira é sempre preciso incluir ressalvas. A orientação que acho necessária ganha, hoje, mais um motivo para que essas ressalvas sejam, de fato, feitas. É sabido que a linha sucessória de Dilma, presidenta está irremediavelmente comprometida. A seguir o que motivou o afastamento de Cunha pelo STF, todos os demais … Mais Supremo precisa fazer o serviço direito

O desinteresse da oposição pela Lava Jato e o desempenho da economia

Apesar dos gritos dos manipulados e teleguiados da Globo e afins da mídia empresarial, os fatos indicam que a Lava Jato deixa de ser interessante para a oposição em geral, especialmente para o PMDB e PSDB. Refiro-me à ocultada conexão entre a fábrica panamenha de Offshores Mossack Fonseca e a mansão dos Marinhos construída em … Mais O desinteresse da oposição pela Lava Jato e o desempenho da economia

Afrouxando a gravata do juiz Moro

Nos últimos dias mencionar o direito para justificar prisões, conduções coercitivas e delações premiadas não está pegando bem. Muito dos direitos individuais constitucionais estão sendo ignorados por juízes, procuradores, delegados e policiais federais em nome de uma inexplicável vontade de acabar com a corrupção. Análise da professora de Direito da FGV Rio, Silvana Battini publicada … Mais Afrouxando a gravata do juiz Moro

A soberania popular e a justiça social não prescrevem

A instituição do Estado ocorre por meio da reunião de uma multidão de homens que concordam e pactuam, cada um com com cada um dos outros, que a qualquer homem ou assembléia de homens a quem seja atribuído pela maioria o direito de representar a pessoa ou todos eles, todos sem exceção, tanto os que votaram a favor dele como os que votaram contra ele, deverão autorizar todos os atos e decisões desse homem ou assembléia de homens, tal como se fossem seus próprios atos e decisões, a fim de viverem em paz uns com os outros. [Thomas Hobbes] … Mais A soberania popular e a justiça social não prescrevem

Wladimir Pomar: Não baixar a guarda e ocupar as ruas

A única forma de impedir um retrocesso é criando uma frente única, que envolva as forças democráticas e populares para realizar uma mobilização social massiva, incluindo, além das bandeiras de defesa dos direitos dos trabalhadores e das camadas pobres da população, as bandeiras de luta contra a corrupção e de defesa nacional. … Mais Wladimir Pomar: Não baixar a guarda e ocupar as ruas