Povo apóia Presidente; golpistas se unem ao Vice

Instabilidades políticas e econômicas são esperadas em democracias emergentes e economias em desenvolvimento. Porém a nossa instabilidade atual, a política e a econômica tem origem em atos antidemocráticos resultantes da não aceitação de sucessivas derrotas em eleições presidenciais. Para reverter o quadro, os golpistas reuniram as forças; para resistir é hora de nós, o povo, reunirmos as nossas forças! … Mais Povo apóia Presidente; golpistas se unem ao Vice

A soberania popular e a justiça social não prescrevem

A instituição do Estado ocorre por meio da reunião de uma multidão de homens que concordam e pactuam, cada um com com cada um dos outros, que a qualquer homem ou assembléia de homens a quem seja atribuído pela maioria o direito de representar a pessoa ou todos eles, todos sem exceção, tanto os que votaram a favor dele como os que votaram contra ele, deverão autorizar todos os atos e decisões desse homem ou assembléia de homens, tal como se fossem seus próprios atos e decisões, a fim de viverem em paz uns com os outros. [Thomas Hobbes] … Mais A soberania popular e a justiça social não prescrevem

STF invade espaço constitucional do Senado

Lamentável a restrição de ir e vir de uma pessoa e desmoralizante quando um Senador da República em pleno exercício do cargo ser preso por obstruir uma investigacao. Delcídio do Amaral, do Partido dos Trabalhos teve prisão autorizada pelo Supremo Tribunal por crime contra as operações Lava Jato. O pedido foi feito pelo Ministério Público … Mais STF invade espaço constitucional do Senado

A criminalização do pensamento crítico

Este texto de Luis Felipe Miguel que é professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília trata da ofensiva da direita brasileira tal como ocorreu e por vez ainda ocorre na Europa. A América do Sul tem tido relativo sucesso em sustentar governos de esquerda e garantido avanços graduais, com raras exceções no Paraguai onde houve retrocesso com o golpe branco. No entanto, no Brasil ainda sem golpe, a direita consegue se instalar no congresso a partir da eleição de 2014, de onde impõe sua agenda ultraconservadora. … Mais A criminalização do pensamento crítico

Somos milhões de Cunhas

Penso que há bons anos não via uma frase sintetizar tão bem o estágio político e civilizacional de boa parte da sociedade brasileira. A faixa estendida durante uma das últimas manifestações contra o governo, mirando alvo esquerdista – mais especificamente os governos do ex-presidente Lula, da atual presidente e o Partido dos Trabalhadores – foi de uma precisão mais que cirúrgica, e porque não dizer profética, sobre as entranhas de um país que, desde a sua colonização, continua a se revelar perverso, covarde e hipócrita. Atirou no que viu e acertou no que não viu. A cordialidade brasileira é um mito para inglês ver. … Mais Somos milhões de Cunhas

Educação e política: idade média aqui e agora

A escola deve, ou deveria, ser um espaço para o desenvolvimento da ciência. Mas o que vemos, no mais das vezes, é a sua utilização como reprodutora dos valores dominantes no modelo vigente. Colegas professores de escola pública se queixam de que muitos alunos replicam discursos excludentes, manifestando um ódio que vai dos nordestinos ao bolsa família. Em suma, o educando é incentivado a prezar a propriedade privada, a identificar sucesso com aquisição do supérfluo e a considerar o mercado como a principal referência para as opções políticas a serem adotadas. Isso é doutrinação pura. … Mais Educação e política: idade média aqui e agora

Wladimir Pomar: Não baixar a guarda e ocupar as ruas

A única forma de impedir um retrocesso é criando uma frente única, que envolva as forças democráticas e populares para realizar uma mobilização social massiva, incluindo, além das bandeiras de defesa dos direitos dos trabalhadores e das camadas pobres da população, as bandeiras de luta contra a corrupção e de defesa nacional. … Mais Wladimir Pomar: Não baixar a guarda e ocupar as ruas